Observação de aves

Observação de aves

A observação de aves ou BirdWatching como também é conhecida, se originou nos Estados Unidos e Inglaterra há algumas décadas e no Brasil ainda é relativamente nova, trata da observação de aves em geral, em seu habitat natural, ou seja, em praças, parques, terrenos e onde mais eles viverem livres.

Conhecimentos sobre os locais e os ecossistemas são necessários e extremamente úteis para uma boa prática de BirdWatching, sejam conhecimentos dos praticantes ou dos guias.

Os equipamentos necessários para a prática de BirdWatching variam muito de acordo com o orçamento disponível do praticante e também de suas pretensões e metas; como equipamento básico podemos citar:

  • Roupas e chapéus de cores discretas e neutras (verde, oliva, caqui), para que evitemos assustar as aves e também para que possamos nos camuflar melhor em meio à vegetação e conseguir as melhores fotos
  • Um binóculo para avistar as aves com maior distância para que nos aproximemos com cautela sem assustar as aves.
  • Cadernetas para anotações.
  • Câmera fotográfica, de preferência com um bom alcance de zoom óptico, para que obtenhamos boas fotos com o menor incômodo possível para as aves.
  • Gravador e filmadora (também podem ser utilizados os da própria câmera fotográfica, se disponível).

Algumas dicas úteis retiradas do blog Bonito BirdWatching:

  • Mantenha-se sempre na trilha, evitando pisoteio da vegetação e acidentes.
  • Preste atenção onde pisa e onde coloca as mãos. Se observar algum perigo ou situação de risco, avise aos demais.
  • Caso haja um guia, siga suas orientações. Jamais ande na sua frente, pois além de ter menos conhecimento da região do que ele, você pode espantar as aves e impedir que outras pessoas as vejam. Caso precise se afastar, avise o guia.
  • Não fale prontamente o nome das aves que identificou, aguarde um pouco, pois algumas pessoas podem querer treinar a identificação também.
  • Ajude os demais a encontrar a ave caso tenham dificuldades.
  • Evite confrontos com algum integrante problemático do grupo. Caso sinta-se incomodado, comunique ao guia do grupo.
  • Tenha auto-crítica. Se não está bem de saúde ou sem condições para longas caminhadas, fique em casa e recupere-se, evitando problemas em campo.
  • Fale com voz baixa e não faça barulho para não assustar as aves.
  • Leve água e alimento suficiente junto com seu equipamento.
  • Evite ficar na frente de outros observadores quando encontrarem uma ave.
  • Só entre em propriedade privada com a devida autorização.
  • Jamais coloque em risco você ou os demais integrantes do grupo. Seja responsável.
  • Adote práticas de mínimo impacto que são utilizadas em qualquer passeio junto à natureza (não deixar lixo, não coletar objetos, etc.)

Com relação às aves, seguem algumas dicas importantes:

  • Seja responsável no uso de play-back ou outras formas de atrair a atenção das aves. Lembre-se que estes recursos vão interferir nas atividades e no comportamento das aves. Nunca use play-back perto de ninhos.
  • Caso a ave se assuste com sua presença, não se mova e aguarde alguns minutos. Provavelmente ela vai pousar por perto e você poderá observá-la.
  • Caso ela fique irritada e tentando atrair sua atenção sem se afastar muito, cuidado, você pode estar perto do ninho. Afaste-se até uma distância que a ave considere segura, ou seja, que ela se acalme. Não se aproxime do ninho, pois este movimento pode ter despertado a atenção de predadores.
  • Respeite a distância que as aves permitem aproximação.
  • Dê preferência para locais onde as aves já estejam acostumadas à presença das pessoas, como parques. Deixe que se acostumem à sua presença.
  • Não caminhe diretamente para a ave, ande para os lados ou em zigue-zague. Evite surpreendê-las saindo de trás de um esconderijo ou cortar o trajeto que estejam fazendo.
  • Obedeça todos os regulamentos relativos à fotografia em áreas públicas e particulares. Evite surpresas informando-se com antecedência.
  • Mantenha uma distância de pelo menos 10 metros de ninhos, poleiros, áreas de exibição e alimentação. Jamais toque em ninhos ou filhotes, nem “arrume” o ninho para fotografar, evite o risco dos pais abandonarem os filhotes.
  • Nunca interfira na atividade de uma ave. Se você precisa manter proximidade, use uma tenda ou outro esconderijo.
  • Nunca perturbe o hábitat quebrando árvores ou arbustos para ter uma visão melhor, pois com isso, você também permitirá que os predadores tenham facilidade em encontrá-los. Caso seja necessário afastar provisoriamente algum galho ou folha que esteja impedindo a foto, faça-o utilizando um barbante ou similar, recolocando tudo no lugar após fazer a foto.
  • Use luz artificial de flash com bastante cautela. Quanto mais próximo chegar da ave, mais cautela você deve ter. Seja sempre um observador responsável. Se você estiver em dúvida, não fotografe.
  • Evite ficar muito tempo fotografando uma ave, principalmente se perceber que ela está próxima do ninho. Se necessário, afaste-se um tempo e volte depois, evitando estressá-la demais.
  • Jamais faça barulhos para espantar as aves, principalmente em ninhais. O abandono do ninho é a oportunidade que os predadores estão aguardando para comer os filhotes. Não será sua melhor foto…

Fonte: Bonito BirdWatching

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s